luxo

113691_1009_pre

Chega um dia em que você se dá conta de que gastou tempo demais tentando acumular coisas, deixando de lado as pessoas. Que muitas vezes amou mais as coisas do que as pessoas. Você descobre que felicidade é ter um tempo pra brincar com os filhos, com os cachorros ou sobrinhos. Que luxo é poder ir ao cinema no meio da tarde ou sentar pra ler um livro sem ter que se preocupar com o tempo. Luxo mesmo é tirar um dia inteiro pra fazer nada ou namorar – sem culpa. Com o tempo você descobre que “chic” é ter saúde, paz de espírito, fazer exercícios. Um dia você percebe que gastou tempo demais se afligindo por aquilo que não é eterno, que vai ficar pra trás quando partir. Uma hora você se dá conta de que gastou tempo demais brigando por futilidades, guardando mágoas, remoendo erros do passado, trabalhando demais, acumulando coisas em excesso. Que deveria ter ouvido mais e falado menos. Que um abraço pode curar uma alma. Que a simplicidade é o segredo da elegância. Um dia você acaba descobrindo que carros, diplomas, bens ou status não trazem felicidade. Triste é que muitas vezes essas descobertas são feitas tarde demais, quando resta pouco daquilo que realmente tem valor: a vida. (25/11/2007)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: